Nas livrarias a partir de AMANHÃ - O HOMEM DE GIZ de C. J. TUDOR




O livro de estreia de C. J. Tudor é um thriller com uma atmosfera densa e viciante que se passa em dois registos, em 1986 e nos nossos dias. A história começa em 1986 e, após um hiato de trinta anos, o passado surge para transformar a vida de Eddie. As influências de Stephen King e o toque de Irvin Welsh, conferem ao livro não só um tipo de narrativa diferente como um suspense ao limite. O que contribui para que a história tenha um desfecho muito real e chocante. O Homem de Giz conta-nos a história de um grupo de crianças, não poupando nos pormenores sociais onde estão inseridas e em como as influências de famílias disfuncionais contribuem para exacerbar o imaginário infantil. 

SINOPSE: 
A história começa quando aos doze anos Eddie e os amigos tiveram contacto com o misterioso Homem de Giz. Uma personagem central na trama e Eddie será assombrado por ela. As estranhas figuras de giz conduzem Eddie e os amigos a um cadáver de uma rapariga pouco mais velha que eles e esta descoberta irá marcá-los para sempre. Tudo aconteceu há trinta anos, e Eddie convenceu-se de que o passado tinha ficado para trás. Até ao dia em que recebeu uma carta que continha apenas duas coisas: um pedaço de giz e o desenho de uma figura em traços rígidos. À medida que a história se vai repetindo, Eddie vai percebendo que o jogo nunca terminou. 

AUTORA
C. J. Taylor é natural de Salisbury e cresceu em Nottingham, onde ainda vive com o companheiro e a filha pequena. O seu amor pela escrita, em especial pelo macabro e pelo sinistro, manifestou-se desde cedo. Enquanto os jovens da sua idade liam Judy Blume, ela devorava as obras de Stephen King e de James Herbet. Ao longo dos anos, envolveu-se em tarefas tão diferentes como jornalista estagiária, empregada de mesa e de loja, autora de textos radiofónicos, voz off, apresentadora de televisão, redactora publicitária e agora escritora. Vencedora da competição nacional de escrita de Twenty7, em 2016, O Homem de Giz é o seu livro de estreia. 


AMANHÃ

Clicar na imagem para aceder

AMANHÃ - DIA do Perfil dos Alunos no Final da Escolaridade Obrigatória.


CONFERÊNCIA NACIONAL
Assista em direto, no dia 15 de janeiro, a partir das 09h45.
O Ministério da Educação, em colaboração com a Federação Nacional de Associações de Estudantes dos Ensinos Básico e Secundário, desafia todas as escolas a participarem, no dia 15 de janeiro de 2018, num amplo debate nacional com o objetivo de refletir sobre como organizar a escola e o ensino, com vista à concretização do Perfil dos Alunos no Final da Escolaridade Obrigatória.
Perfil dos Alunos, homologado pelo Despacho n.º 6478/2017, de 26 de julho, configura o que se pretende que os jovens alcancem no final da escolaridade obrigatória, sendo, para tal, determinante o compromisso da escola e de todos os que lá trabalham, das famílias e encarregados de educação, dos decisores políticos e da sociedade em geral. Neste sentido, julga-se oportuno e importante desenvolver uma iniciativa que promova a apropriação deste documento por todos aqueles que, de uma forma ou outra, têm intervenção na educação dos jovens portugueses e a reflexão focada em soluções concretas de organização da escola e do ensino, que visem a consecução do Perfil dos Alunos.
Neste dia 15 de janeiro realizar-se-á uma Conferência Nacional em Lisboa e, em simultâneo, as escolas associam-se localmente, num movimento que se pretende de âmbito nacional. A ideia é que, por um dia, as escolas suspendam a sua rotina diária e possam acompanhar a Conferência Nacional, em direto, via internet, organizar Conferências Locais e desenvolver outras atividades.
As escolas deverão inscrever-se nesta iniciativa no site do evento, onde também se disponibiliza o Programa, sugestões de atividades e documentos de apoio.

O jogo Trench vai chegar




Rui Alípio Monteiro ambicionava criar algo inovador para “desafiar a hegemonia do xadrez” e, para isso, criou um jogo ao estilo clássico dos jogos de tabuleiro, Trench.

Rui Alípio Monteiro pensou o design em 15 minutos, na praia de Castro de Sampaio, em Labruge, freguesia de Vila do Conde, definiu as regras em 2 horas, implementou a estratégia e transferiu a Guerra das Trincheiras da I Guerra Mundial para o tabuleiro de jogo apresentou ao mundo a sua obra como “o xadrez da era moderna”.
Apesar de ter o mesmo número de casas e de peças do bem conhecido tabuleiro de xadrez ou das damas, o tabuleiro de Trench é disposto em forma de losango, o que permite traçar uma linha diagonal – a trincheira – que o divide em dois. De acordo com Rui Alípio Monteiro, este é um elemento que confere ao Trench “uma identidade própria que define a mecânica de jogo”, uma vez que “a estratégia muda consideravelmente conforme as peças estejam dentro ou fora da trincheira”. 
O Trench encontra-se ainda numa fase de “implantação, meio termo com a institucionalização” e à conquista de público e parceiros, mas a Criações a Solo, empresa criada por Rui Alípio Monteiro, já esteve num braço de ferro legal com a Microsoft e venceu. A multinacional lançou um jogo denominado Trenched, mas como a marca Trench já estava no mercado viu-se obrigada a alterar o nome e o próprio conceito do jogo.
A ideia de criar um jogo que pudesse competir com o xadrez motivou Rui Alípio Monteiro a pensar algo que julgava “quase utópico”, mas materializou-o e apresentou-o ao mundo em janeiro de 2013 e, desde então, o Trench passou a fazer parte dos hábitos de muitos fãs pelo mundo fora.
Agora, o Trench está na fase de internacionalização. O jogo de Rui Alípio Monteiro está presente na plataforma Kickstarter, o maior site de financiamento coletivo do mundo, que procura apoiar projetos inovadores.

VALEU!!!


Car@s alun@s e colegas que participaram na magnífica ação Maratona de Cartas 2017 - Amnistia Internacional 
Aqui fica.... BEM HAJAM PELA VOSSA COLABORAÇÃO



Seis livros (em inglês) para 2018

Zadie Smith ficou conhecida com o romance White Teeth (2000). O seu mais recente livro, Feel Free, é uma coletânea de ensaios

An American Marriage, à venda a partir do início de fereveiro, é o quarto livro da norte-americana Tayari Jones

Heart Berries, as memórias de Terese Marie Mailhot, inclui uma introdução escrita pelo romancista norte-americano Sherman Alexie

Meg Wolitzer publicou o primeiro romance, Sleepwalking, em 1982. The Female Persuasion é o seu 11º livro

The House of Impossible Beauties é a estreia literária do norte-americano Joseph Cassara. Foi inspirado no House of Xtravaganza, um dos bares mais famosos da “ball scene” dos anos 80

Amy Bloom já esteve nomeada para o National Book Award e para o National Book Critics Circle Award. White Houses é o seu novo livro

(Inf. via http://observador.pt)

Cinco palavras que NÃO MUDARAM com o Acordo Ortográfico - Letra E

EGÍPCIO: esta palavra mantém o /p/, porque é pronunciado.
ERUPÇÃO: esta palavra mantém o /p/, porque é pronunciado.
ERVILHA-DE-CHEIRO: os hífenes mantêm-se, pois esta palavra composta designa uma espécie botânica.
EX-MARIDO: usa-se o hífen nas palavras compostas com o prefixo /ex/.
EXPECTANTE / EXPETANTE: palavra com dupla grafia, consoante a pronúncia.
(Inf. Via LÚCIA VAZ PEDRO, in JN )

EM BREVE, FORMAÇÃO NA NOSSA BIBLIOTECA ESCOLA

- Para quem?
- Para quem estiver interessado.



Media@ção | concurso

No reinício de ano, aproveitamos para lembrar que decorre, até ao dia 23 de março de 2018, a apresentação de trabalhos ao concurso Media@ção. E para alertar para a data, o novo formato e os temas deste ano, deixamos esta pequena animação para partilhar com os seus alunos:



Informamos também que, para apoio aos professores e professores bibliotecários que desejem orientar trabalhos no âmbito deste concurso, está disponível uma ação de curta duração "Media@ção”: a produção audiovisual em contexto educativo", a realizar nas seguintes escolas e datas, entre as 17h00 e as 20h00:

. Évora: 11 de janeiro na ES André de Gouveia;
. Sintra: 15 de janeiro na EB Prof. Galopim de Carvalho;
. Aveiro: 17 de janeiro na ES Mário Sacramento;
. Vila Real de Santo António: 30 de janeiro na ES Vila Real de Santo António.

O formulário de inscrição está disponível aqui:

https://goo.gl/forms/khfIUGe3BTMKMbZn1

(Inf. Via RBE)

CONHECE A PLATAFORMA KHAN ACADEMY?

A plataforma Khan Academy em português, integra cerca de 21.000 exercícios práticos interativos e 1.250 vídeos de Matemática do ensino básico. Promove uma aprendizagem lúdica e personalizada, pois à medida que cada aluno evolui, vai ganhando pontos e medalhas! Lançada em fevereiro de 2017 pela Fundação Portugal Telecom, a plataforma conta já com 20.000 utilizadores e 3,4 milhões de minutos de utilização. De acesso gratuito, contém ainda relatórios de progresso e permite uma monitorização permanente da performance e da evolução na aprendizagem pelo aluno, pelo professor ou pelo encarregado de educação.

Final de mais uma reunião interconcelhia

Depois de mais uma reunião com o CIBE Paulo Faria, repleta de muitos e variados assuntos aqui fica para "memória futura", em véspera de Reis junto à grandiosa Àrvore de Natal da BM José Régio o grupo de trabalho.



NATAL

Ilustração de Sandra Bierman

Quando um Homem Quiser

Tu que dormes à noite na calçada do relento 
numa cama de chuva com lençóis feitos de vento 
tu que tens o Natal da solidão, do sofrimento 
és meu irmão, amigo, és meu irmão 
E tu que dormes só o pesadelo do ciúme 

numa cama de raiva com lençóis feitos de lume 
e sofres o Natal da solidão sem um queixume 
és meu irmão, amigo, és meu irmão 
Natal é em Dezembro 

mas em Maio pode ser 
Natal é em Setembro 
é quando um homem quiser 
Natal é quando nasce 
uma vida a amanhecer 
Natal é sempre o fruto 
que há no ventre da mulher 
Tu que inventas ternura e brinquedos para dar 

tu que inventas bonecas e comboios de luar 
e mentes ao teu filho por não os poderes comprar 
és meu irmão, amigo, és meu irmão 
E tu que vês na montra a tua fome que eu não sei 

fatias de tristeza em cada alegre bolo-rei 
pões um sabor amargo em cada doce que eu comprei 
és meu irmão, amigo, és meu irmão 


Ary dos Santos, in 'As Palavras das Cantigas' 

É de porcelana, é portuguesa e é a segunda maior árvore de Natal do mundo

A árvore feita de porcelana da Vista Alegre está no Porto, tem cinco metros de altura, e pode ser vista até 14 de Janeiro.
Com mais de três mil peças da Vista Alegre, cinco metros de altura e com o peso de 2,5 toneladas, foi instalada no Porto, a segunda maior árvore de Natal do mundo construída em porcelana, diz a marca de Ílhavo em comunicado. A peça é da autoria da artista plástica Claudia Lopes e está exposta no Museu da Misericórdia do Porto até 14 de Janeiro.

(Inf. Via https://www.publico.pt/2017/12/18/culto/noticia/portugal-tem-a-segunda-maior-arvore-de-natal-de-porcelana-1796438)